Jardinagem

PAISAGISMO EM CONDOMÍNIOS

MANUTENÇÃO DE JARDIM

PODA DE ÁRVORES

ADUBAÇÃO PARA JARDIM

Ligue agora! (11) 98123-4174

Jardinagem

Mão de obra especializada

Contamos com uma equipe treinada e capacitada
para implantação e manutenção de jardins.

Jardinagem

Ligue! (11) 98123-4174

Nossos Serviços

Adubação para Jardim

A prática da adubação consiste, em repor os nutrientes retirados do solo pelas plantas. Num jardim existem plantas com diferentes necessidades de nutrientes, e a água das chuvas favorece uma rápida lixiviação do solo, a adubação, em jardinagem, acaba se tornando uma prática necessária. Isso é tão mais verdade quando se fala de plantas cultivadas em vasos, jardineiras ou canteiros internos.

Poda de Árvores

A poda deve ser feita sempre com autorizações fornecidas pela Prefeitura de São Paulo assim aplicando o bom desenvolvimento e adequação as vegetações Arbóreas garantindo manuseio das arvores nos períodos certos e de maior atenção na segurança do Proprietário e Imóvel contribuindo com a legislação e Antigos na lei nº 10.365, de 22 de Setembro de 1987 garantindo o Corte e Poda solicitados aos particulares em toda Grande São Paulo e Região.

Manutenção de Jardim

Os serviços de Manutenção de Jardins, dado o seu caráter contínuo, são previamente acordados, levando em conta a periodicidade e necessidades peculiares a cada caso, com o objetivo de preservar tanto quanto possível as características originais da área, ou levar a efeito as modificações desejadas pelo cliente.
Tais serviços são executados em dias e horários determinados pelo cliente, respeitando todas as condições pré-estabelecidas.

Paisagismo em Condomínios

Hoje, paisagismo virou sinônimo de qualidade de vida. Afinal, através de um estudo paisagístico, conseguimos ambientes mais agradáveis, com a criação, também, de espaços de convivência, tanto para os adultos, os jovens, as crianças, quanto para os idosos, aproveitando de maneira eficiente, as áreas de uso comum nos condomínios.

Dúvidas frequentes

Um serviço para a manutenção do imóvel, pode prejudicar o jardim?

Sim, muitas obras que são realizadas principalmente em condomínios, são muito prejudiciais ao jardim, por isso antes de executar algum serviço o paisagista responsável deve ser consultado.

Dependendo da obra, há necessidade de remoção de espécies vegetativas, mas nem todas podem ser reaproveitadas, e o acondicionamento delas em outro local deve ser feito com muito cuidado para não correr o risco de morte da planta.

A maioria das plantas, são plantadas ainda jovem, com pouca raiz, e com o passar do tempo essa raiz se espalha pelo canteiro para dar sustentação a planta que cresce, ao remover essa planta não é possível retirá-la com toda raiz, ocorrendo assim a morte da mesma.

O Fícus Benjamim, uma espécie muito comum em condomínios, pode prejudicar a impermeabilização, tubulação e drenos do local onde está plantado?

Sim, além do Fícus a Cheflera também é uma planta muito utilizada, pois requer poucos cuidados, essas espécies possuem raízes vigorosas, entram em tubulações e drenos, e dependendo do local que foram plantadas (um pequeno canteiro), com o tempo podem causar rachaduras, prejudicando a impermeabilização.

Lavagem da fachada do imóvel, prejudica o jardim?

Sim, na maioria das vezes o profissional que executa esse serviço, não se preocupa em cobrir a área ajardinada próximo ao local onde ele executará o serviço, e dependendo da quantidade dos produtos químicos utilizados pode vir a matar as plantas.

As espécies que mais prejudicadas são as forrações como Gramas, Grama Preta, Pingo de Ouro, Amendoim rasteiro, Onze Horas, Lantanas, etc… Por isso salientamos a necessidade de consultar o paisagista responsável antes de iniciar qualquer tipo de serviço.

Posso remover ou fazer Poda de uma árvore que se encontra na calçada?

Não, esse serviço é executado somente pela Prefeitura do Município, no caso de São Paulo, a Subprefeitura da região está autorizada a realizar a poda de árvores ou remoção, a solicitação pode ser feita pelo telefone 156 ou via internet Site da Prefeitura Se a árvore estiver correndo risco de queda ou se a necessidade for poda devido aos galhos estarem prejudicando a rede elétrica o serviço não tem custo algum ao contribuinte.

Posso cortar ou podar uma árvore que se encontra nas dependências de um imóvel?

Sim, mas para isso é necessário obter uma autorização junto a Prefeitura do Município. Para se obter essa autorização, é necessário:

  • Xerox do RG e do CPF do proprietário/responsável, no caso de Condomínios, documentos necessários são do Síndico;
  • Requerimento obtido junto a Subprefeitura da Região, o qual deve ser preenchido informando o motivo e a necessidade da realização da poda ou corte (assinada pelo responsável);
  • Croqui contendo a localização da árvore no terreno;
  • Cópia do IPTU;
  • Comprovante de endereço;
  • No caso de condomínios, abaixo assinado contendo: nome, RG e assinatura de mais de 50% dos Condôminos (concordando com o serviço solicitado);

Após a entrega da documentação acima, a Prefeitura enviará um engenheiro agrônomo ao local para autorizar o serviço.

A REFLEX, está apta a realizar esse tipo de serviço, entre em contato com nosso departamento comercial que daremos maiores informações.

Preciso pintar o imóvel, a tinta pode prejudicar as plantas?

Se for em excesso sim, pois a planta respira pelas folhas e se essas estiverem muito respingadas por tinta, pode ocasionar a morte das mesmas.

Os respingos de tintas nas folhas a maioria das vezes só prejudica o aspecto geral do jardim, pois a tinta só sairá com a queda da folha.

Qual a diferença entre os adubos existentes no mercado?

Os adubos são classificados em duas categorias, os químicos e os orgânicos.

A ação dos adubos químicos é bem rápida, mas sua ação dura pouco e devemos utilizar pequena quantidade para não queimar as plantas. Já os adubos orgânicos devemos utilizar uma maior quantidade, e sua ação é bem lenta mais duradoura, além de estruturar melhor o solo.

Exemplos de adubos:

Químico: NPK 10 x 10 x 10;

NPK 04 x 14 x 08;

Orgânico: Húmus de Minhoca;

Esterco de galinha e animal;

Farinha de Osso;

Torta de Mamona;

Composto orgânico;

Como posso exterminar uma praga sem uso de produtos químicos?

Algumas pragas como Lesmas, Lagartas, Moscas da Fruta, Formigas Cortadeiras, Fungos, Ácaros, Pulgões e Cochonilhas, podem sim serem eliminadas com ajuda de produtos atóxicos, veja as receitas na página “DICAS”.

Quais as plantas que se adaptam a ambientes internos com pouca Luz?

As espécies vegetativas que mais se adaptam a sombra são as – Jibóias, Palmeira-Rafis, Singônio, Filodendro, Asplênio, Antúrio e o Lírio da Paz.

Mas se local recebe pelo menos 4 horas diárias de luz indireta, outras plantas também se adaptam muito bem, são elas – Flor de Maio, Árvore-da-Felicidade, Calatéia, Cheflera, Chifre-de Veado, Costela-de-Adão, Violetas, Peixinho e Begônia

Existe alguma planta que dá flor o ano todo?

Sim, são as plantas de ciclo vital curto – plantas anuais – Maria-Sem-Vergonha, Amor Perfeito, Boca de Leão, Lobélias, Tagetes e Begônia sempre florida. E as Plantas Vivazes, que são as Azáleas Anãs, Gerânio, Lantana, Lírio da Paz, Antúrio e Mini-Rosa.

Qual a diferença entre as gramas existentes no mercado?

As gramas mais utilizadas são:

  • Grama São Carlos

Suas folhas são largas, cor verde intenso, lisas e lineares e sua formação é muito densa, se adaptando bem ao sol pleno, áreas semi-sombreadas e a locais que haja pouco pisoteio. Apresenta pouca resistência à seca. É uma grama que exige corte freqüente para manter um bom aspecto.

Indicada para : jardins residenciais, públicos, áreas industriais e casa de campo, principalmente em regiões de clima mais frio

  • Grama esmeralda

Suas folhas estreitas, pequenas e macias, cor verde esmeralda, bastante densa e uniforme. É uma grama que exige sol pleno, mas se o período de sombra for pequeno ela resiste muito bem, apresenta média resistência ao pisoteio e o corte não precisa ser muito freqüente.

Indicada para: jardins residenciais, áreas industriais, casas de campo e praia, playgrounds e campos de esportes em geral.

  • Grama Batatais

Conhecida também como Grama Mato Grosso, suas folhas são lineares, longas, duras e ligeiramente pilosas, é uma planta muito rústica, adaptando-se muito bem a grandes áreas verdes, solos pobres e secos, evita a erosão. Só deve ser plantada a sol pleno, não resiste à sombra.

Indicada para: taludes, contenção de erosões, canteiros centrais de rodovias, parques públicos e campos de futebol.

  • Grama Coreana ou Japonesa

Suas folhas são finas, de cor verde vivo, curtas e bem macias, utilizadas somente em sol pleno, exige pouca manutenção, pois o crescimento é lento. A aparência dela é muito mais bonita quando não é podada, pois quando ocorre o corte ela fica aparentando que está seca. Essa planta não é muito resistente ao pisoteio, exige irrigação periódica e um solo rico em nutrientes.

Indicada para: jardins orientais e delicados.

  • Grama Santo Agostinho

Conhecida também como Grama Inglesa, suas folhas são de largura e comprimento médios, lisas e sua cor é verde escuro, Devendo ser utilizada somente em sol pleno, é uma grama que resiste bem às secas.

Indicada para: terrenos salinos e arenosos, casa da praia e demais jardins do litoral ou regiões com clima mais quente.

  • Grama Preta

Ela pertence a família das Liliáceas, não é uma gramínea, suas folhas são finas e longas, na cor verde escuro, diferente das demais gramas, ela não necessita de corte, mas o plantio deve ser feito em solo enriquecido, com boa drenagem, a irrigação deve ser freqüente e não suporta pisoteio.

Indicada para: locais sombreados e bordaduras.

  • GRAMA BERMUDAS

Suas folhas são estreitas, cor verde vivo, é uma grama que tem alta resistência a pisoteio, regenera-se muito rápido, para ser manter viçosa, necessita de adubação orgânica anual.

Indicada para: playgrounds, campo de futebol e outros tipos de esportes.

COBERTURA DO GRAMADO – A maioria das gramas acima, no inverno necessitam de cobertura, podendo essa ser feita com terra ou composto orgânico. A cobertura é aconselhável para evitar que o gramado fique queimado devido a baixa temperatura e também para repor a camada a terra que se perdeu com a época das chuvas.

O composto orgânico é indicado para cobertura do gramado, pois além de evitar a queima ele repõe os nutrientes do solo e prepara o mesmo para a chegada da Primavera.

A REFLEX fornece composto orgânico, terra preta ou mista, de ótima qualidade, peneirada e adubada, consulte nossos preços (não cobramos frete para a Grande São Paulo).

Creation Web © Copyright - Reflex Jardinagem - www.reflexjardinagem.com.br - Todos os direitos reservados